Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | Um dos mais antigos e belos parques da Argentina
21339
post-template-default,single,single-post,postid-21339,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Um dos mais antigos e belos parques da Argentina

Um dos mais antigos e belos parques da Argentina

O Parque Nacional Nahuel Huapi encontra-se entre as províncias argentinas do Rio Negro e Neuquén, abrangendo um território superior a 710 mil hectares. Trata-se da área protegida mais antiga do país, tendo sido oficialmente criada em 1934, como consequência de um processo fomentado pela doação de uma grande parte de terra por Francisco Pascasio Moreno, em 1903. Desde cedo se percebeu a necessidade de preservar a diversidade da fauna e flora, bem como a identidade cultural dos muitos povos indígenas que por aí passaram.

O Lago Nahuel Huapi é um dos melhores e mais privilegiados testemunhos do passado milenar. Com uma área correspondente a cerca de 560 quilómetros quadrados e 454 metros de profundidade, o lago está ladeado por uma paisagem fértil de montanhas, a fazer lembrar um pouco a encantadora Suíça, e é um ex-libris desta zona. A indescritível beleza das suas águas cristalinas torna-se ainda mais arrebatadora pela existência de várias ilhas, entre as quais se destaca a da Vitória (com 31 quilómetros quadrados) – conhecida como a ‘ilha do tigre’, que entre mitos e lendas, conta-se que deve o seu nome ao povo puelche, que se distinguia pela sua audácia e valentia.

Das suas origens ancestrais, com mais de dez mil anos, a área do lago Nahuel Huapi serviu como polo de atração para várias tribos que procuraram tirar proveito da fertilidade das terras. No entanto, a ‘Campanha do Deserto’ (1879-1883) destruiu uma imensa parte da presença dos nativos, que tinham ‘enfrentado’ já diversas excursões esclavagistas. Hoje em dia permanecem vários cantos e recantos de vestígios arqueológicos, onde se encontram petróglifos e pinturas rupestres. Para além disso, a comunidade de descendentes do povo mapuche mantém-se atualmente no seio do Parque Nacional Nahuel Huapi. De facto, um dos objetivos para esta área protegida é, sobretudo, dar a conhecer a sua riqueza cultural e natural, ao integrar o bem-estar humano com a conservação da natureza.

O Parque Nacional Nahuel Huapi figura, sem dúvida, entre as joias da coroa da Argentina. As condições ambientais existentes, que oscilam entre áreas húmidas e áridas, propiciam uma panóplia de diferentes espécies de fauna e flora. Nesta zona existem, inclusive, alguns animais que não podem ser vistos em mais nenhuma parte do planeta, como a rã do Challhuaco. Ao rodear a cidade de San Carlos de Bariloche, os visitantes podem ter a certeza de encontrar ao seu dispor um manancial de atividades, desde caminhadas, rafting, pesca desportiva, campismo ou escalada. Um destino a reter.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.