Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | Seis Mosteiros Beneditinos do Norte unidos na criação de rota
21207
post-template-default,single,single-post,postid-21207,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Seis Mosteiros Beneditinos do Norte unidos na criação de rota

Seis Mosteiros Beneditinos do Norte unidos na criação de rota

Seis Mosteiros Beneditinos localizados no norte de Portugal assinaram recentemente um memorando de entendimento com vista à criação e certificação de uma rota cultural, mas também à elaboração de uma proposta de inscrição na lista de Património Cultural da Humanidade. Com histórias ligadas à Ordem Beneditina e com rico património edificado, cultural e religioso, estes seis mosteiros são espaços a visitar.

O que é que Felgueiras, Amares, Porto, Santo Tirso, Braga e Cabeceiras de Basto têm em comum? À primeira vista dir-se-ia apenas que são todos concelhos localizados no norte de Portugal. No entanto, agora têm algo mais em comum, uma vez que em todos estes concelhos há Mosteiros Beneditinos que estão agora agregados num memorando de entendimento. Em causa estão os mosteiros de Santa Maria de Pombeiro, Santo André de Rendufe, São Bento da Vitória, São Bento, São Martinho de Tibães e São Miguel de Refojos.

O acordo, assinado no âmbito do seminário internacional “Ora et Labora”, organizado pelo município de Cabeceiras de Basto e pelo Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória da Faculdade de Letras da Universidade do Porto estabeleceu os termos de colaboração entre a Direção Regional de Cultural do Norte e os seis municípios, tendo em vista a elaboração de uma proposta de inscrição dos Mosteiros e Paisagens Culturais Beneditinos na lista do Património Cultural da Humanidade da UNESCO, como “bem em série”. No memorando de entendimento pode ler-se que as partes se comprometem a criar uma rede de trabalho e a cooperar no desenvolvimento da marca “Mosteiros e Paisagens Culturais Beneditinos”, mas também a desenvolver e publicar estudos e a realizar um congresso em 2018. No âmbito do trabalho de cooperação será criado um documento estratégico com vista à obtenção da certificação dos Mosteiros e Paisagens Culturais Beneditinos como Rota Cultural do Conselho da Europa. Inicialmente, Espanha e Brasil serão os mercados preferenciais de promoção turística destes mosteiros, mas também está previsto o estabelecimento de parcerias com os mosteiros e paisagens culturais beneditinas existentes nestes países. António Ponte, diretor Regional da Cultura do Norte, garantiu, após a assinatura do memorando, que a rede “não está fechada, podendo ser alargada, até mesmo a um nível internacional”.

Os Mosteiros Beneditinos remetem a sua história para a Ordem de São Bento ou Ordem Beneditina, uma ordem religiosa católica de clausura monástica que se baseia na observância dos preceitos destinados a regular a convivência social. Apesar de serem todos Mosteiros Beneditinos, cada um dos seis que integram este memorando tem a sua história e características únicas.

Na freguesia de Pombeiro de Ribavizela, no concelho de Felgueiras, o Mosteiro de Santa Marta de Pombeiro é Monumento Nacional desde 16 de junho de 1910. A sua fundação, de acordo com a tradição, data de 1059. A localização do mosteiro evidencia a significativa importância deste conjunto monástico Beneditino na região, tendo sido os Beneditinos a impulsionar o arranque da construção românica, sendo atualmente um exemplar de arquitetura religiosa, românica e setecentista.

Em Rendufe, concelho de Amares, o Mosteiro de Santo André é considerado uma das principais casas dos monges beneditinos no país, tendo sido Egas Gome Pais de Penegate o fundador. Com a extinção das ordens religiosas masculinas, em 1834, a igreja passou a paroquial, a cerca e as restantes instalações foram vendidas e posteriormente perdidas num incêndio que consumiu grande parte do antigo mosteiro. Recentemente o espaço sofreu obras de conservação e restauro.

Viajando até ao Porto, o Mosteiro de São Bento da Vitória serviu os monges beneditinos e a sua construção terminou em 1707. Durante a Guerra Peninsular, uma parte do mosteiro foi ocupada pelas tropas invasoras francesas e, mais tarde, pelas portuguesas, que se serviam dele como hospital militar. Depois de ter servido de quartel, foi também utilizado como Arquivo Distrital e como sede da Orquestra do Porto.

Em Santo Tirso, fundado por D. Unisco Godiniz e Abunazar Lovesendes, primeiro senhor da Maia, o Mosteiro de São Bento pertenceu à Ordem Beneditina, tendo o couto do mosteiro sido instituído e doado em 1097. No século XV foi edificada a igreja monástica, da qual restam ainda alguns vestígios arqueológicos. A atual igreja matriz foi construída
entre 1659 e 1679, com uma planta de cruz latina e de uma só nave. A fachada possui três nichos onde estão alojadas as esculturas de Santo Tirso ao centro, ladeado por S. Bento e Santa Escolástica. Após a secularização, o mosteiro foi dividido: uma parte ficou para um particular, outra para repartições públicas e uma última parte para residência paroquial.

O Mosteiro de São Martinho de Tibães, em Braga, engloba a Igreja de Tibães e o Cruzeiro de Tibães, tendo sido fundado no século XI. A partir do século XII foi ocupado pela congregação Beneditina e um século depois tornou-se casa-mãe da Ordem para Portugal e Brasil. Em 1834 foi vendido em hasta pública, com exceção da igreja, sacristia e claustro do cemitério. Manteve-se em mãos de privados até 1986, quando foi adquirido pelo Estado Português. Atualmente tem um museu que conserva o espólio recuperado.

O Mosteiro de São Miguel de Refojos, em Cabeceiras de Basto, remete as suas origens para 1122. Em 1131, D. Afonso Henriques concedeu carta de couto ao mosteiro. A fachada distingue-se pelas suas dimensões. Nos lados direito e esquerdo estão colocadas as estátuas em tamanho real do fundador da Ordem Beneditina – São Bento de Núrcia – e de Santa Escolástica. Este é o único dos 29 mosteiros beneditinos portugueses que possui um zimbório.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.