Custom Menu

Latest From Our Blog

Ilikethis | Região Centro: Aldeias do Xisto, a viagem e a descoberta
20648
post-template-default,single,single-post,postid-20648,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Região Centro: Aldeias do Xisto, a viagem e a descoberta

Região Centro: Aldeias do Xisto, a viagem e a descoberta

São 27 aldeias do interior Centro agregadas em torno de uma paisagem cultural inesquecível para aqueles que visitam a região. As aldeias correspondem a um território único que tem como principais ativos a natureza e a cultura humana e que através da marca Aldeias do Xisto se tem afirmado como um elemento de desenvolvimento local.

A Rede das Aldeias do Xisto é constituída por 27 aldeias distribuídas pelo interior da região Centro de Portugal. É um projeto de desenvolvimento sustentável, de âmbito regional, liderado pela ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, em estreita articulação com o Programa Operacional Regional Centro 2020 e a Turismo Centro de Portugal, em parceria com 21 municípios da região Centro e mais de 200 operadores privados. A missão da ADXTUR é a de gerar atratividade territorial, estimulando um desenvolvimento social e territorial sustentável e integrado com a natureza e os lugares.

A estratégia de eficiência coletiva ancorada na paisagem cultural do território tem como ativos principais a natureza e a cultura humana e tem na marca Aldeias do Xisto o principal elemento de agregação e qualificação dos fatores de desenvolvimento locais.

Reinventar a cultura dos lugares com as pessoas que neles habitam é a linha de atuação das Aldeias do Xisto para criar valor social e económico no território. É na raiz da identidade que a ADXTUR encontra o seu ponto fixo para olhar o mundo e sobre o qual ergue o sentido de pertença à sua matriz cultural. Convocando a memória de um espírito comunitário, solidário, rural e genuíno, ousa fazer diferente experimentando com base nos recursos e abrindo a porta a novos pensamentos e povoadores, com uma atitude eco-centrada, responsável e aberta ao mundo.

Com tudo o que isto implica, o território de missão e a intervenção da ADXTUR constituem-se num laboratório vivo, que suscita uma reflexão continuada sobre as estratégias adotadas e os processos em curso, bem como sobre os
resultados alcançados. Encontrar oportunidades para enfrentar as vicissitudes com que a maior parte dos territórios rurais se confronta atualmente exige um olhar renovado sobre os problemas, explorando caminhos menos percorridos.

Partindo do turismo como principal setor económico de atividade, a marca encara o desenvolvimento rural como um processo que tem no conhecimento o seu principal recurso. Trata-se, pois, de melhorar a capacidade para o utilizar. Esta abordagem implica uma atuação integrada em projetos demonstradores da transformação social e económica que se pretende incutir.

O Calendário de Animação das Aldeias do Xisto corporiza esta abordagem – eventos estruturados para dinamizar e qualificar os bens e os serviços com maior impacto na valorização económica e social dos recursos endógenos a partir de propostas orientadas para produtos estratégicos. Destes se destacam: a afirmação do território como “Rural Active Destination”, nomeadamente com a bicicleta e o pedestrianismo; a etnografia e cultura, fundamentalmente apoiada na gastronomia e nos produtos locais (projeto “À mesa com as Aldeias do Xisto”), mas também com imersões artísticas a partir da música (projeto “XJazz”) e do craft; a água, com a pesca e as praias fluviais; e projetos inovadores, como o “DarkSky”.

Esta atuação tem na marca a sua principal ferramenta de ação externa, coesão interna e reserva de identidade. Um tridente que se reflete na estratégia de comunicação e marketing, tendo em vista a promoção do imaginário do território, a coesão interna da rede, a comercialização de bens e serviços e o alargamento, à escala nacional e internacional, das parcerias para a geração de novas oportunidades.

De junho a novembro de 2017 a arte regressa ao coração de Portugal. Promovidos pela ADXTUR e pelo JACC- Jazz ao Centro Clube, o XJazz- Encontros de Jazz das Aldeias do Xisto vai mais uma vez convidar músicos de renome nacional e internacional a imergirem na realidade das aldeias através de residências artísticas e concertos, cruzando
identidade cultural e paisagens com música, dramaturgia e cenografia. Visto tratarem-se de figuras absolutamente incontornáveis na cena internacional, damos natural destaque à presença no cartaz de músicos como a francesa
Joëlle Leandre (12 a 15 julho, em Figueira, Proença-a-Nova) ou como o brasileiro Hamilton da Holanda (23 julho, Góis). Mas passarão igualmente pelo território coletivos de artistas como os DEMO, que irão criar um espetáculo
multidisciplinar a partir do património mineiro das Minas da Panasqueira e das memórias dos seus habitantes/trabalhadores. Jovens músicos portugueses, como o trompetista Luís Vicente e o contrabaixista João Hasselberg, encontrarão nas Aldeias do Xisto o espaço ideal para prosseguirem as suas pesquisas para futuros trabalhos discográficos.

Na semana de 14 a 23 de julho a Xisto Week celebra a gastronomia regional à mesa das Aldeias do Xisto. Nesta semana será possível, em vários restaurantes da região, provar os Menus Degustação que cada chef irá propor com base nas tradições gastronómicas da região. É a primeira ação do projeto “À mesa com as Aldeias do Xisto”, que vai ainda promover a criação de outros dois menus: Ativo, a desenvolver em conjunto entre o chef e nutricionistas a partir de produtos endógenos e orientado para um usufruto desportivo do território; Espírito do Lugar, a desenvolver a quatros mãos e a partir do encontro do saber e produtos endógenos com o saber e produtos externos. Ao longo de todo o ano as Aldeias do Xisto irão apresentar uma oferta gastronómica agregada e de qualidade.

ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto

Leia a restante reportagem sobre a região Centro através do download da 17ª edição em www.micas.pt

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.