Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | Parque Nacional Thy: o santuário natural da Dinamarca
21531
post-template-default,single,single-post,postid-21531,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Parque Nacional Thy: o santuário natural da Dinamarca

Parque Nacional Thy: o santuário natural da Dinamarca

O primeiro Parque Nacional em território dinamarquês foi definido a 29 de junho de 2007. A sua paisagem de dunas e charnecas foi decisiva para a classificação. Cerca de um ano depois, os 244 quilómetros quadrados de área classificada foram abertos ao público.

A paisagem de Thy compreende costas ventosas e sistemas de dunas cobertos por charnecas, prados ou plantações com um grande número de coníferas. Nesta área costeira do noroeste da península de Jutlândia, as areias à deriva atormentaram os habitantes locais durante séculos, invadindo terras e edifícios. Em 1800 a plantação de gramíneas e árvores foi organizada para evitar esta situação, dando origem à atual paisagem de Thy. Dadas as suas características, este parque nacional é um ótimo lugar para admirar a vida selvagem, principalmente cervos, veados e pássaros. O Aquário do Mar do Norte, a norte de Vorupør, permite observar e conhecer a vida marinha do Mar do Norte.

Mas o Parque Nacional Thy é também um local com uma forte relevância histórica e cultural, uma vez que toda a costa está cheia de remanescentes da maior rede de bunkers da Segunda Guerra Mundial no norte da Europa, sendo que existem locais específicos para conhecer este património, como é o caso do museu em Hanstholm. Um pouco por todo o território existem ainda túmulos fúnebres datados da Idade do Bronze.

Thy é atravessado por ciclovias e trilhos definidos para caminhadas que levam os visitantes até às melhores paisagens, numa visita única onde as dunas moldadas pelo vento tocam o mar. Neste Parque Nacional é possível pescar, fazer escalada, andar de bicicleta e a cavalo, enquanto se apreciam paisagens únicas. Além das dunas, há mais de 200 grandes e pequenos lagos, como Vandet Lake e Nors Lake (lagos cársticos). Na zona mais a sul está o lago Ørum e o lago salgado Flade, bastante ricos em nutrientes e habitat de muitas espécies.

Para quem visita a região, experimentar a gastronomia típica é entrar em contacto com a história local, uma vez que esta retrata a dependência da comunidade do mar. O peixe seco é a especialidade, destacando-se ainda as amoras, o mel e a cerveja Porse Guld.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.