Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | Mendoza, a adega da Argentina
21355
post-template-default,single,single-post,postid-21355,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Mendoza, a adega da Argentina

Mendoza, a adega da Argentina

A cidade de Mendoza, situada no oeste, nas margens da Cordilheira dos Andes, é mundialmente conhecida como a ‘adega da Argentina’. Esta denominação não é atribuída ao acaso, afinal esta cidade é responsável por cerca de 70 por cento da produção de vinho do país, ocupando o quinto lugar a nível internacional. Com mais de mil bodegas, entre gigantes vinícolas e empreendimentos familiares de menores dimensões, conserva a tradição de gerações de outros tempos e, em simultâneo, fomenta a aplicação de novas tecnologias, de modo a tirar o melhor proveito do seu vinho.

Para além de ser um expoente máximo no setor vinícola, Mendoza é também reconhecida pela elevada qualidade do seu azeite. Este fatores fazem da cidade um destino a reter em qualquer roteiro de turismo de especialidade e de gastronomia. Mas nem só de vinho vive a capital da província argentina com o mesmo nome. Com uma história marcante devido à chegada dos primeiros colonos no século XVI e, sobretudo, pela ocorrência de um devastador terramoto em 1861; Mendoza e as suas gentes tiveram que reconstruir ruas e edifícios. Das cinzas do passado renasceu uma cidade com uma oferta cultural e de serviços que, apesar de não cultivar o mesmo fervor boémio de Buenos Aires, é suficiente para satisfazer as necessidades dos locais e a curiosidade dos turistas.

O Parque General San Martín é a maior área verde da cidade, com 400 hectares e mais de 300 espécies de flora, um verdadeiro oásis. De facto, quem passeia pelas ruas de Mendoza nem imagina que está no coração do deserto. A Plaza Independencia, centro histórico da urbe, merece uma visita, sendo frequente a realização de espetáculos
e feiras. Por aqui passam ainda diversos aficionados dos desportos de inverno, uma vez que, por estar junto à Cordilheira dos Andes, é também sede de estações de esqui como Los Penitentes.

O destino agrada a viajantes sofisticados que apreciam o requinte da arte da degustação de um bom vinho; os amantes da natureza que querem praticar atividades ao ar livre e desportos radicais; e os corajosos alpinistas que encontram nestes lados um dos seus mais famosos pontos de encontro. Embora se encontre relativamente afastado da cidade de Mendoza, o pico de Aconcágua, com 6961 metros de altitude, é chamariz para aventureiros de todo o mundo, que tentam chegar ao cume mais alto de todo o continente americano.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.