Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | “Existe um interesse permanente e crescente no mercado português”
21175
post-template-default,single,single-post,postid-21175,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive
Cooperação

“Existe um interesse permanente e crescente no mercado português”

“Existe um interesse permanente e crescente no mercado português”

Com 110 escritórios em mais de 70 países, a Advantage Austria é a agência austríaca de internacionalização, na sua qualidade de representação legal de interesses das empresas austríacas a nível nacional e no estrangeiro. No mercado português esta instituição tem como responsável Barbara Lehninger, que explica a relação económica entre Portugal e a Áustria e revela que os austríacos gostam dos carros produzidos em Portugal.

Em anos recentes a balança negocial de bens e serviços de Portugal com a Áustria reflete uma ligeira vantagem para as exportações, de acordo com dados da AICEP. Quais as razões que justificam estes valores?
É verdade que Portugal alcançou um excedente comercial com a Áustria nos últimos anos. Isto deve-se principalmente ao facto de os austríacos gostarem muito dos carros que são produzidos em Palmela, em Portugal. Em 2016 importámos carros no valor de 211 milhões de euros e é isso que pesa bastante nas exportações portuguesas.

Entre 2012 e 2016 o número de empresas portuguesas que exportaram para a Áustria diminuiu de 1018 para 912. Quais as principais dificuldades e desafios que as empresas portuguesas enfrentam no mercado austríaco?
A Áustria é, definitivamente, um mercado muito competitivo, com excelentes empresas e é sempre difícil fazer negócios por conta própria neste tipo de mercados. No entanto, ao analisar os números do comércio externo, as importações da Áustria com origem em Portugal aumentaram ligeiramente durante este período. Deste modo, os negócios aumentaram, mas o número de empresas que exporta diminuiu ligeiramente. Olhando de forma genérica para os dados, acredito que se mantêm bastante positivos.

Em traços gerais, como avalia as relações económicas atuais entre Portugal e Áustria?
Considero uma relação excelente. Só posso falar em nome das empresas austríacas, mas existe um interesse permanente e crescente no mercado português. Também observamos isso no nosso trabalho diário, uma vez que recebemos mais e mais pedidos de empresas austríacas que desejam entrar no mercado português. Mesmo que as relações sejam muito boas, existe potencial de crescimento.

Leia a entrevista na íntegra descarregando a edição nº19 da revista I Like This em www.micas.pt

Sem comentários

Leave a Comment