Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | Câmara Municipal de Lagoa, Uma preocupação com os trabalhadores
22279
post-template-default,single,single-post,postid-22279,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Câmara Municipal de Lagoa, Uma preocupação com os trabalhadores

Câmara Municipal de Lagoa, Uma preocupação com os trabalhadores

Cada vez mais há uma preocupação crescente por parte das empresas e organizações em conciliar a vida profissional, familiar e pessoal. A chegada da norma portuguesa NP 4552:2016, veio dar uma
atenção especial a este tema e que pretende implementar, manter e gerir um sistema de gestão da conciliação baseado em princípios e valores que visam elevar o bem-estar, a qualidade de vida e a satisfação dos trabalhadores. Lagoa é o primeiro município a receber a certificação desta mesma norma.

O Sistema de Gestão da Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal tem como objetivos transversalizar a conciliação na sociedade portuguesa, favorecer a diminuição do absentismo, aumentar a produtividade e a retenção de talento, de forma a que as pessoas tenham mais condições de acompanhamento da família. E “as pessoas têm a sua vida profissional, mas também têm a vida familiar, e conjugar essas duas vidas sem sempre é fácil, muito menos a pessoal”, como explica Filipa Correia, técnica de segurança do trabalho na Câmara Municipal de Lagoa.

O município de Lagoa aderiu formalmente ao Pacto para a Conciliação no âmbito do Programa 3 em Linha a 6 de fevereiro de 2019, mas desde 2014 que começou a implementar planos municipais para a igualdade em que estas  matérias eram já discutidas de forma alargada na organização. Desta forma, tornou-se no primeiro município a receber a certificação da Norma Portuguesa 4552:2016, com a implementação do Sistema de Gestão da Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal. Segundo Luís Encarnação, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa “esta norma, este projeto foi uma oportunidade que surgiu para podermos valorizar os nossos recursos humanos e mostrar que estamos preocupados com o seu bem-estar, uma vez que é decisivo para o seu desempenho profissional”. Ainda a seu ver, esta norma é de extrema importância, porque as medidas implementadas são essenciais para que os trabalhadores “estejam motivados, melhor preparados, mais disponíveis para cumprir aquilo que são as orientações que a autarquia tem nesta área”.

Leia a reportagem na íntegra na compra da 26ª edição da I Like This.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.