Custom Menu

Latest From Our Blog

Ilikethis | Calçado português amigo das pessoas e dos animais
20748
post-template-default,single,single-post,postid-20748,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Calçado português amigo das pessoas e dos animais

Calçado português amigo das pessoas e dos animais

No Animal Exploitation (nae) é a expressão que deu origem ao nome de uma marca portuguesa que produz e comercializa calçado vegan. A história da nae começa em 2008 de uma necessidade pessoal do casal fundador, Alejandro e Paula Perez, que não encontrava no mercado uma alternativa ao uso da pele que fosse atrativa esteticamente. A empresa surgiu assim sob o pressuposto da não exploração animal e da sustentabilidade ambiental, mas garante a aposta no design, no conforto, na elegância e na beleza. A primeira coleção foi lançada em 2009.

“Há muitos motivos para calçar vegan e na sociedade atual em que vivemos é desta forma que resumimos a nossa essência: consumo ético”, defende a marca no seu site. Deste modo, a “nae não utiliza qualquer produto de origem animal nem fabrica calçado em locais de exploração humana”.

A nae trabalha com materiais alternativos ao couro, como a cortiça portuguesa 100 por cento natural, reutilizável e reciclável, as microfibras ecológicas (compostas por nylon, poliéster e algodão orgânico, certificadas OEKO-TEX), garrafas de plástico recicladas (PET) e folha de ananás. Este é o mais recente material utilizado pela marca, através de uma parceria com a Pinãtex, uma empresa com sede nas Filipinas que trabalha com produtores locais de ananás, utilizando as folhas deste fruto para desenvolver tecidos que, posteriormente, são utilizados na confeção de calçado. As folhas de ananás são impermeáveis, transpiráveis e anti-alérgicas e a coleção recentemente lançada inclui sandálias de senhora, botas e sapatilhas.

A nae começou por vender exclusivamente online, mas já abriu um espaço físico, no LX Factory, em Alcântara, Lisboa, e já aliou ao calçado outros produtos, como cintos em microfibras certificadas. Além disso, está presente em lojas multimarca um pouco por todo o mundo. Os preços variam entre os 50 e os 150 euros nos modelos de senhora e homem. Mas não é só em Portugal que a nae é um sucesso, sendo que no estrangeiro está presente em mais de 40 lojas, principalmente na Europa, mas também já chegou aos EUA, África do Sul, Austrália e Canadá.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.