Custom Menu

Latest From Our Blog

Ilikethis | “Cada vez mais se olha para Portugal como um destino ornitológico”
20413
post-template-default,single,single-post,postid-20413,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

“Cada vez mais se olha para Portugal como um destino ornitológico”

“Cada vez mais se olha para Portugal como um destino ornitológico”

 

Nos últimos anos, Portugal tem-se afirmado como um dos melhores destinos para a observação de aves. A diversidade de espécies, a excelência dos locais e a possibilidade de complementar a oferta com o património gastronómico e sociocultural são os fatores decisivos, explica Rui Machado, técnico do Departamento de Conservação Terrestre da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA).

Sendo Portugal um dos mais interessantes destinos europeus para a observação de aves, quais as condições do nosso país que favorecem a prática desta atividade?

Portugal é um destino de excelência para a observação de aves, possuindo uma grande diversidade de avifauna com cerca de 330 espécies de ocorrência regular. Além de um destino de eleição para observação de aves na época de migração outonal, durante a qual passam milhares de aves de diversas espécies, Portugal possui também uma grande diversidade de espécies de aves residentes, estivais e invernantes além do fantástico leque de habitats nos quais é possível observar aves. Por fim, a dimensão relativamente pequena de Portugal aliada à qualidade da rede rodoviária facilita a prática desta atividade. E não podemos esquecer o nosso património gastronómico e sociocultural, que tão bem complementam a observação de aves.

Quais as principais zonas onde é possível praticar a observação de aves em Portugal?

A prática da observação pode ser realizada em qualquer local, não havendo requisitos mínimos para o fazer. Obviamente que com maior experiência há também mais vontade de aumentar o número de espécies. Em termos de locais de especial interesse para a observação de aves devo referir que Portugal tem 93 áreas importantes para as aves, 54 das quais estão localizadas em Portugal continental, 31 no arquipélago dos Açores e oito no arquipélago da Madeira. Estes locais abrangem áreas com diferentes tipos de habitats característicos, tais como montados e estepes cerealíferas, onde é possível observar aves características destes habitats. É impossível não referir também as principais zonas húmidas, tais como o estuário do Tejo, a ria Formosa ou a ria de Aveiro onde é possível observar concentrações de milhares de aves de diferentes espécies durante os meses de inverno. O nosso site faz uma compilação de alguns dos melhores locais para a observação de aves, indicando quais as espécies com mais interesse na região, roteiros e quais as melhores épocas do ano para observar aves nos diferentes locais.

Algumas das espécies de aves que se pode observar em Portugal são ameaçadas, endémicas e/ou com características de habitats mediterrâneos. Quais as espécies que se destacam?

Portugal possui uma grande diversidade de aves, incluindo 13 ameaçadas, cinco endémicas e ainda cerca de 70 espécies características de habitats mediterrâneos, sendo difícil destacar alguma, por todas apresentarem características comportamentais ou plumagem que as tornam cativantes para o observador. Ainda assim, algumas destas espécies, pela reduzida área de distribuição (priolo – Pyrrhula murina), reduzido efetivo populacional (águia-imperial – Aquila adal berti) ou fantástica plumagem (rolieiro – Coracias garrulus), são de especial interesse para observadores nacionais e estrangeiros.

Leia a entrevista na íntegra na compra da edição 16 da I Like This em www.micas.pt

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.