Custom Menu

Latest From Our Blog

I Like This | A preservação da vida selvagem no mais antigo parque nacional
21700
post-template-default,single,single-post,postid-21700,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

A preservação da vida selvagem no mais antigo parque nacional

A preservação da vida selvagem no mais antigo parque nacional

O Parque Nacional Jim Corbett é o mais antigo parque nacional da Índia, criado em 1936. Apesar de já ter mudado de nome por várias vezes, esta área de preservação da vida selvagem é de extrema importância, principalmente no que à proteção do tigre-de-bengala diz respeito. O parque nacional é umas 13 áreas protegidas integradas no Fundo Mundial para a Natureza.

O Parque Nacional Jim Corbett foi criado em 1936 como Parque Nacional Hailey com o objetivo de proteger o ameaçado tigre-de-bengala, também conhecido como tigre-indiano. A área protegida localiza-se no distrito de Nainital de Uttarakhand e foi a primeira a surgir na Índia. Com características ecológicas e geográficas dos contrafortes meridionais dos Himalaias, este é um local eco-turístico que tem tentado conciliar a preservação da vida selvagem com o turismo.

Sob o comando do major Ramsay que desde o século XIX que existiam esforços para salvar as florestas da região. O primeiro passo na proteção da área começou em 1868 quando o departamento florestal britânico estabeleceu o controlo da terra e proibiu o cultivo. No início de 1900 vários britânicos sugeriram a criação de um parque nacional na região e na década de 30 iniciou-se o processo de demarcação da área, auxiliado por Jim Corbett. Uma reserva conhecida por Parque Nacional Hailey foi criada em 1936, abrangendo 323, 75 quilómetros quadrados. A reserva foi renomeada em1954/55 como Parque Nacional Ramganga, graças ao nome do rio que passa pela zona, e em 1955/56 foi apelidada de Parque Nacional Jim Corbett, em homenagem a Jim Corbett, que teve um papel fundamental na criação da reserva.

Esta é uma das 13 áreas protegidas cobertas pelo Fundo Mundial para a Natureza, no âmbito do Programa Terai Arc Landscape, que visa proteger três das cinco espécies emblemáticas terrestes: o tigre, o elefante asiático e o rinoceronte.

Em termos de flora, um total de 488 espécies de diferentes plantas já foram registadas no parque. Além disso, no que à fauna diz respeito, no Parque Nacional encontram-se mais de 580 espécies de aves, 50 espécies de mamíferos, 33 espécies de répteis, sete espécies de anfíbios, sete espécies de peixes e 36 espécies de libélulas. No entanto, o grande foco de quem visita o parque são os tigres-de-bengala, os leopardos, os veados, os crocodilos, a preguiça, os pangolins-indianos, os cervos, e os elefantes-indianos. Estima-se que cerca de 70 mil pessoas visitem a reserva todos os anos.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.